Mam�e e Beb� 14 de Maio de 2019

O que dizem os nutricionistas sobre o m�todo BLW de introdu��o alimentar?


Voc� j� ouviu falar do m�todo baby-led weaning ou m�todo BLW? Saiba, agora, tudo sobre ele com a especialista em nutri��o materno-infantil, Tamyres Ribeiro.

Beb� sentado em uma cadeirinha enquanto leva os alimentos at� a boca como no m�todo blw

O m�todo baby-led weaning ou BLW, traduzindo para o portugu�s, significa desmame guiado pelo beb�. Essa � uma t�cnica de introdu��o alimentar e consiste no ato de o beb� conduzir sua pr�pria alimenta��o com as pr�prias m�os. O termo BLW foi proposto pela inglesa Gill Rapley em 2008, no livro “Baby Led Weaning: helping your baby to love good food” (traduzindo: ajudando seu beb� a amar boa comida) e, desde ent�o, essa forma de introdu��o alimentar vem conquistando pais por todo o mundo.

Mesmo sendo algo natural que j� � praticado h� anos por muitos pais, este assunto gera d�vidas sobre sua funcionalidade. Para falar melhor sobre esse m�todo, conversamos com a nutricionista da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, Tamyres Ribeiro, especialista em nutri��o materno-infantil.

Vantagens e desvantagens do m�todo BLW

A introdu��o alimentar � um per�odo de constru��o do v�nculo do beb� com o alimento e, segundo a nutricionista Tamyres Ribeiro, quando o beb� tem a liberdade de tocar, sentir as diferentes texturas, cheiros e sabores, ele se sente bem e se desenvolve para al�m da nutri��o. Por�m, s�o necess�rios alguns cuidados no momento de adapta��o do beb� com o m�todo. Entenda e compare abaixo as vantagens e desvantagens do baby-led weaning:

Vantagens:

1. Desenvolvimento psicomotor:

Esse processo envolve a capacidade f�sica, intelectual e social do beb�, que influenciar� diretamente nas experi�ncias que ele poder� ter em seu crescimento. E, no contexto da introdu��o alimentar, com o m�todo BLW, ser�o desenvolvidas as habilidades motoras sobre os movimentos adequados na hora de comer.

2. Est�mulo sensorial:

Os est�mulos sensoriais s�o tudo aquilo que nos chega aos 5 sentidos. Nesse caso, tudo em volta do beb� pode se tornar uma experi�ncia sensorial. Com o alimento, n�o � diferente. Afinal, ele pode ver, pegar, cheirar, mastigar, ouvir o barulho da mastiga��o ou da queda no ch�o, caso ele tenha o est�mulo de jogar o alimento.

3. Autorregula��o:

Ao tocar no alimento e fazer o movimento de lev�-lo at� a boca e mastig�-lo, a autorregula��o est� sendo desenvolvida. Porque o beb� percebe que, quando abocanha um alimento maior, ele tem alguma dificuldade de mastigar e de engolir, ent�o no pr�ximo alimento ele morde um peda�o menor e, aos poucos, vai regulando como comer.

Desvantagens:

1. M� postura:

Para o beb� se manter sentado e equilibrado, � necess�rio que a musculatura abdominal e a musculatura das costas estejam bem trabalhadas. Se o beb� nunca fica no tapetinho e n�o � estimulado a manter essa postura, ele n�o ter� a musculatura bem trabalhada e ficar� se desequilibrando na hora da refei��o. E, nesse desequil�brio, ele pode aspirar o alimento que est� dentro de sua boca, que pode pegar a via respirat�ria, o que chamamos de broncoaspira��o. Ent�o, o beb� pode engasgar ou broncoaspirar.

2. Superestima��o:

O m�todo BLW se torna desvantajoso quando o beb� � superestimado pelos pais, que acreditam que ele tem as habilidades necess�rias para iniciar o m�todo. Ou seja, se o beb� ainda n�o aponta ter os sinais de prontid�o, que s�o os de se sentar equilibrado e guiar suas m�os ao alimento para levar � boca de forma espont�nea, o m�todo n�o se torna o mais apropriado, pois o beb� n�o corresponder� � pr�tica.

3. Tens�o na hora da refei��o:

O ser humano � um ser associativo. Ent�o, se o beb� percebe que existe uma tens�o ou afli��o na hora de se alimentar, ele entender� que aquele momento � ruim e sempre o recusar�. Por isso, se existe algum receio em aplicar o m�todo BLW com o beb�, � importante utilizar outro m�todo, como o participativo, por exemplo, em que a introdu��o � feita com aux�lio dos pais

Quando come�ar o m�todo BLW?

A introdu��o alimentar deve acontecer a partir dos 6 meses de idade do beb�, de acordo com a Organiza��o Mundial de Sa�de (OMS). No entanto,�a nutricionista materno-infantil�alerta para o fato de que “se o m�todo de introdu��o ser� o BLW e, dessa forma, � preciso que o beb� sente e permane�a bem equilibrado na cadeirinha para guiar os alimentos da forma adequada, o indicado � inici�-lo somente ap�s perceber essas capacidades“.

beb� mamando

Como dar o alimento e em qual quantidade?

Para oferecer os alimentos ao beb�, � interessante cort�-los em peda�os largos, para que ele possa pegar com as duas m�os, j� que ele ainda n�o tem o movimento de pin�a, que � juntando o dedo indicador com o polegar. A nutricionista Tamyres Ribeiro tamb�m refor�a que “a introdu��o alimentar com o m�todo BLW � complementaramamenta��o e n�o uma alimenta��o completa que ir� nutrir por completo o beb�”.

Confira 9 mitos e verdades sobre a amamenta��o

Quanto � quantidade, n�o existe a ideal; varia de acordo com a vontade e est�mulos do beb� no momento em que os alimentos forem oferecidos. Pode acontecer de o beb� comer duas bananas pratas em um dia e no outro ele comer apenas meia laranja, porque ele est� aprendendo e se adaptando.

Alimentos indicados para o m�todo BLW

A introdu��o alimentar depende muito do hist�rico familiar. Por exemplo: n�o � interessante dar melancia para o beb� que � de uma fam�lia que tem o hist�rico de ficar horas eructanto (arrotando) com odor de melancia sempre que a comem, porque isso � uma caracter�stica de intoler�ncia � citrolina – um amino�cido especificamente encontrado na melancia. Ent�o, j� se sabe que provavelmente o beb� n�o ir� metabolizar bem e poder� ficar chateado ou com dor de cabe�a.”, afirma a nutricionista.

Nesse caso, � importante ver sempre o contexto alimentar da fam�lia. Se existe um hist�rico de alergia alimentar, a primeira quinzena da introdu��o pode ser feita com hortali�as, tub�rculos e legumes, porque s�o alimentos sem potencial alerg�nico.

Saiba quais alimentos s�lidos devem ser dados ao beb�

O m�todo BLW faz muita sujeira?

Tudo que mais estimula uma crian�a sempre vai envolver sujeira. Ent�o, se uma crian�a est� em um ambiente que tem mais liberdade e est� muito feliz, ela est� brincando, sujando algo e se sujando. Porque isso envolve a autodescoberta e a descoberta do espa�o; � desbravar o mundo. E, nesse caso, o m�todo BLW permite essa liberdade ao beb�, que pode muito bem querer jogar o alimento, tamb�m.

Conhe�a 5 benef�cios da nata��o infantil

Uma boa dica � a de colocar um pl�stico embaixo da cadeirinha do beb�, para que a comida n�o grude no ch�o e fique mais f�cil fazer a limpeza com um pano �mido.

Mais pr�ticas de alimenta��o para seu beb�

Tirou todas as suas d�vidas sobre o m�todo BLW? Essa pr�tica, conforme apresentamos nesse conte�do, tem suas vantagens e desvantagens. Por isso, procure sempre o acompanhamento de um nutricionista para saber qual m�todo adotar no seu caso. Continue tirando d�vidas sobre a alimenta��o do seu beb� e descubra a forma correta de congelar alimentos para facilitar o seu dia a dia:

nutricionista da unimed fortaleza tamyres ribeiro
Conte�do�desenvolvido em parceria com a nutricionista Tamyres Ribeiro
Bacharel em Ci�ncias da Nutri��o pela Universidade de Fortaleza | P�s graduada em “Nutri��o em Pediatria: da concep��o � adolesc�ncia” pelo IPGS (Instituto de Pesquisas, Ensino e Gest�o em Sa�de) | P�s Graduanda em Nutri��o Cl�nica Funcional pela VP Centro de Nutri��o Funcional | Nutricionista na Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza

Rodap� da p�gina.